28 Junho 2017España
  • A aplicação de tecnologias como o Big Data, ciber-segurança ou a Internet das coisas para a fabricação (Smart Manufacturing) facilitam uma transformação digital que se adapta às mudanças estruturais do negócio
  • Como impulsionadora da quarta revolução industrial, a companhia colabora com o governo espanhol no programa “Indústria Conectada 4.0” e participa de múltiplas iniciativas setoriais público-privadas para ajudar a indústria a somar-se à transformação digital
Congreso Sindex

A aplicação das novas soluções digitais pode ser o principal dinamizador da indústria aeroespacial e da Defesa, graças à sua capacidade para melhorar a eficiência de todos os seus processos e aumentar os benefícios operacionais. São algumas das conclusões apontadas por Jorge Torres, especialista da Minsait, a unidade de negócio da Indra que responde aos desafios que planeja a transformação digital, durante sua participação na quarta edição da feira Symdex, que juntou os atores e empresas mais representativos do setor.

Durante sua intervenção no encontro,. Defendeu a aplicação do Smart Manufacturing para que as operações alcancem a máxima produtividade, qualidade e flexibilidade em seus processos, com tecnologias como a Internet das coisas (IoT), o Big Data, a impressão em 3D, a robótica avançada, os novos sistemas de simulação, a utilização de Serious Games ou a própria ciber-segurança. Uma boa utilização destes e outros habilitadores facilitará uma cadeia de fornecimento “inteligente, que permita maiores níveis de agilidade, precisão e eficiência”.

Torres lembrou que a indústria da defesa enfrenta um novo contexto global que sugere desafios estruturais, com implicações operacionais, tecnológicas e culturais que afetam todos os processos de operação e manutenção. Um contexto que, no entanto, abre oportunidades para aquelas empresas que contam com uma oferta única e diferencial que lhes permita desenvolver e implantar soluções tecnológicas de referência adaptadas a cada cliente e em seus âmbitos estratégicos. “A ruptura digital abre possibilidades de melhoria em cada etapa das operações, gerando impactos diretos em todos os âmbitos do negócio”, explicou o especialista, destacando a importância que terão nesta mudança companhias como a Indra e sua unidade de negócio Minsait, com uma experiência líder mundial no desenvolvimento de soluções tecnológicas integrais para todos os setores de atividade e referências destacadas em empresas de primeiro nível dentro de âmbitos tão relevantes como a segurança, o espaço, a indústria aeronáutica, a automação, a energia, o transporte ou a logística, entre outros.

Ativos e capacidades que se completam com um ecossistema de sócios para dar a melhor resposta a cada desafio de negócio. Neste interesse, além disso, a companhia tecnológica participa de múltiplas iniciativas setoriais público-privadas de relevância que pretendem ajudar a indústria a aproveitar as oportunidades que a transformação digital oferece, bem como colaborou com o Ministério da Indústria, Energia e Turismo da Espanha na definição do programa ‘Indústria Conectada 4.0”, que pretende impulsionar a transformação digital da indústria espanhola por meio da atuação conjunta e coordenada do setor público e privado.

Tudo isso permite uma proposta de valor única para a indústria aeroespacial e de defesa por parte da Indra que, desde a unidade de transformação digital, resume em dobro o foco em suas capacidades de consultoria e desenvolvimento tecnológico. Por um lado, apontam para a necessidade de contar com um plano de transformação integral, que colete um diagnóstico global e, sobretudo, aponte um foco holístico sobre os novos modelos de relação com clientes, operações, gestão de riscos, etc. Por outro lado, apostam na implementação de projetos tecnológicos que estejam focados em gerar valor em uma parte concreta da cadeia de valor e que gerem benefícios em termos de eficiência e produtividade. Graças a isso, “é possível acelerar os impactos e garantir seu alinhamento com as prioridades estratégicas que a indústria impõe”, sentenciou o responsável pela Minsait.

Sobre a Minsait

Minsait (www.minsait.com) é a unidade de negócio da Indra que responde os desafios que a transformação digital desenvolve para empresas e instituições. Sua oferta está direcionada à sequência de resultados imediatos e tangíveis. A Indra agrupou na Minsait sua carteira de soluções de tecnologia e consultoria no negócio digital, que a tornaram uma das empresas líderes deste mercado na Espanha. A Minsait caracteriza-se por uma metodologia diferencial, uma ampla carteira de soluções de negócio, um modelo próprio e diferente de venda, entrega e suporte direcionado à geração de impacto e uma organização flexível baseada em equipes multidisciplinares, formados por especialistas de perfis muito concretos. A Minsait completa a oferta dos demais índices de alto valor da Indra, favorecendo seu direcionamento aos negócios-chave dos seus clientes e, com isso, será um impulsionador para a aceleração do crescimento da Indra.

Sobre a Indra

A Indra é uma das principais empresas globais de consultoria e tecnologia e o sócio tecnológico para as operações-chave dos negócios de seus clientes em todo o mundo. Dispõe de uma oferta integral de soluções próprias e serviços avançados e de alto valor agregado em tecnologia, à qual adiciona uma cultura única de confiabilidade, flexibilidade e adaptação às necessidades de seus clientes. A Indra é a líder mundial no desenvolvimento de soluções tecnológicas integrais em campos como Defesa e Segurança; Transporte e Tráfego; Energia e Indústria; Telecomunicações e Mídia; Serviços financeiros; e Administrações públicas e Saúde. E, por meio da sua unidade Minsait, a Indra responde aos desafios que desenvolve a transformação digital. No exercício de 2016, teve entradas de 2.709 milhões de euros, 34.000 funcionários, presença local em 46 países e operações comerciais em mais de 140 países.

Share