7 Março 2017Suecia
  • A Indra entra em um acordo marco com a LFV para o fornecimento de radares secundários e radares primários 3D para controlar os movimentos das aeronaves em rota e as manobras de aproximação e aterrissagem nos aeroportos em todo o país.
  • Os radares 3D proporcionam dados mais completos e confiáveis, bem como um maior alcance, inclusive nas condições meteorológicas mais adversas.
  • A Indra é uma empresa líder no fornecimento de radares, tendo implantado mais de 300 sistemas em cinco continentes.

A Indra assinou um acordo marco com o Prestador de Serviços de Navegação Aérea sueco Luftfartsverket (LFV) para fornecer radares secundários e radares primários 3D de longo alcance visando reforçar a vigilância e a segurança do tráfego aéreo do país. O primeiro pedido assinado contempla um volume de contratação de mais de dez milhões de euros.

A Indra é uma empresa líder no fornecimento de radares, tendo implantado mais de 300 sistemas em cinco continentes. Em face deste acordo com a LFV, a Indra dará mais um passo para colocar no mercado de gestão do tráfego aéreo o uso de radares 3D, estes sistemas são capazes de oferecer serviços adicionais (como o fornecimento de informação sobre a altura), aumentando a segurança e permitindo que os controladores tenham uma informação mais completa.

Tradicionalmente, os serviços de vigilância aérea contam com radares secundários que interrogam as aeronaves e coletam os dados que as mesmas enviam sobre sua altura, posição, velocidade e identificação. Esta vigilância é reforçada em certas áreas com radares bidimensionais (2D), que são capazes de detectar aeronaves sem o seu auxílio, e sem a necessidade de enviar dados, mas que, no entanto, não oferecem informação sobre a altura à qual voam.

Os radares 3D, como os que a Indra fornecerá à LFV, determinam a informação de altitude sem a colaboração da aeronave. O fornecimento desta informação de altitude é de grande valia para o controlador, de modo que ele separa as aeronaves em voo em diferentes níveis e garante a máxima segurança na gestão de operações, mesmo com aeronaves não colaborativas. Da mesma forma, o uso da banda L de frequências, utilizada por estes sistemas lhes permitem operar nas condições climatológicas mais adversas, alcançando uma distância maior de detecção e incrementando a cobertura do radar. Tudo isso melhora a gestão dos voos, evita que ocorram atrasos e que o mal tempo faça com que algumas rotas não possam ser utilizadas, congestionando as rotas alternativas.

A introdução destes radares 3D no mercado da gestão de tráfego aéreo é consequência do aumento contínuo do número de voos e da necessidade de detectar aeronaves em todas as condições. A Indra é uma empresa líder no desenvolvimento desta tecnologia, tendo desenvolvido os sistemas mais avançados que já implantou em vários países. A tendência a utilizar cada vez mais estes sistemas representa uma importante oportunidade de negócio e vantagem competitiva para a empresa.

No que diz respeito aos radares secundários que a Indra fornece à LFG, serão também  incorporados os mais recentes avanços tecnológicos.

Como parte do acordo, a Indra prestará os serviços de manutenção à LFV para os próximos quinze anos garantindo a operação dos radares em todo o seu ciclo de vida.

A LFV com cerca de 1.100 profissionais presta serviços de navegação seguros, eficientes e respeitosos com o meio ambiente para a aviação civil e militar na Suécia, tendo administrado 726.000 voos em 2016, 2% a mais do que no ano anterior.

O acordo com a LFV impulsiona a liderança da Indra na Europa, onde já trabalha com os principais prestadores de serviços de navegação aérea. A companhia é uma das principais fornecedoras de sistemas de gestão de tráfego aéreo, vem liderando a modernização dos sistemas de última geração que estão tornando realidade o projeto de ter um céu único na Europa.

Sobre a Indra

A Indra é uma das principais empresas mundiais de consultoria e tecnologia e parceira de tecnologia para as operações-chave dos negócios de seus clientes em todo o mundo. Conta com uma gama completa de soluções próprias e serviços avançados e de alto valor agregado em tecnologia, que combina com uma cultura única de confiabilidade, flexibilidade e adaptabilidade às necessidades de seus clientes. A Indra é líder mundial no desenvolvimento de soluções tecnológicas integradas em diversas áreas, tais como Defesa e Segurança; Transporte e Tráfego; Energia e Indústria; Telecomunicações e Mídia; Serviços financeiros; e Administrações Públicas e de Saúde. Deste modo, por meio de sua unidade Minsait, a Indra responde aos desafios propostos pela transformação digital. No exercício de 2016, teve um faturamento de 2.709 milhões de euros, 34.000 funcionários, presença local em 46 países e operações comerciais em mais de 140 países.

Share