5 Abril 2018Portugal
  • As empresas configuraram um serviço gerido que reduz os custos de consumo da infraestrutura tecnológica, e melhora até 95% a velocidade em processos críticos de negócio como a gestão de cartões de crédito
  • A iniciativa tem como objetivo dar resposta ao elevado aumento de custos e tempos de processamento provocados pelo notável crescimento do número de transações, volume de dados tratados e utilização de canais digitais com que se estão a deparar todas as entidades atualmente
  • A experiência obtida em várias instalações em todo o mundo indicam que as infraestruturas suportam anualmente um consumo “extra” de 30% devido ao código das suas aplicações “legacy” (herdadas) e cerca de 15% adicional pelas novas aplicações que entram em produção

A Indra, uma das principais empresas de tecnologia e consultoria e a Orizon, fornecedor estratégico de rendimento de grandes sistemas, proporcionarão a clientes do sector financeiro português um serviço gerido de aplicações que garante uma poupança nos custos de TI nas infraestruturas entre 30-40% e permite melhorar em 95% a velocidade de processamento das aplicações críticas do negócio (Batch).

A Indra aportará a sua rede de comercialização em Portugal, onde acumula referências em algumas das principais entidades financeiras e assumirá os desenvolvimentos necessários para adaptar a solução da Orizon às necessidades de cada cliente.

Esta iniciativa surge como resposta aos requisitos da transformação digital, que aumenta o uso de canais digitais “a qualquer hora e em qualquer lugar”, fazendo com que os pedidos de informação e o volume de dados que se processam de forma diária e mensal aumentem de forma significativa. 

“Os smartphones fizeram com que o back-end das empresas acabe na palma da mão dos novos clientes digitais, isto leva-nos para um cenário onde as infraestruturas verificam um aumento exponencial das suas transações e do volume de dados tratados, provocando um elevado impacto nos custos. Na Indra queremos dar resposta a este desafio com soluções que absorvam este crescimento”, afirma Fátima Nobre, diretora de Serviços Financeiros da empresa de tecnologia e consultoria em Portugal.

Só se paga o que se poupa

A solução identifica ineficiências dentro do código das aplicações no exato momento em que se produzem e faculta aos equipamentos de desenvolvimento informação de carregamento com as modificações em código, base de dados e reengenharia necessárias para conseguir de forma rápida uma poupança média de 40% nos processos analisados, assim como em consumos CPU (dados e memória) ou bem em tempos Elapsed (processamento dos programas).

Por outro lado, a modalidade de serviço gerido evita que os clientes tenham que adquirir software adicional e bolsas de horas de equipas de analistas, de forma a pagar somente o que se poupa na produção alcançada nos processos contratados. A solução, para além de proporcionar poupanças de forma rápida, também pode ser adquirida como opção de manutenção para controlar o rendimento das novas aplicações em produção.

A redução de custos e a melhoria da velocidade dos processos Batch, como pode ser a liquidação de cartões de crédito, dão às entidades financeiras uma maior qualidade de serviço na gestão e entrega de dados aos seus balcões, pontos de venda, agentes, compras on-line, campanhas ou consultas de operações. São processos programados para se executarem durante a noite pois uma duração excessiva pode provocar que a rede de balções receba os dados tarde ou que os clientes digitais obtenham com atraso a informação das suas transações.

“As infraestruturas informáticas são faturadas como a luz: quanto maior for o consumo do CPU, maior é o custo a suportar. Isto acontece tanto nos tradicionais ambientes Mainframe como nos assentes em Cloud. A solução que a Orizon e a Indra proporcionam deteta e reduz de forma contínua o consumo de recursos dos processos que têm impacto nos custos ou no rendimento de TI de acordo com os critérios próprios de cada cliente”, refere Ángel Pineda CEO da Orizon. 

Referências de êxito

Existem várias referências de sucesso da solução em importantes entidades do sector financeiro, como é o caso, por exemplo, de um banco líder em España, que, graças à redução de 11% no consumo Batch, conseguiu poupar uma média de 40% nos processos analisados em Elapsed (processamento de programas) e consumo do CPU. Na América latina, um importante banco do Peru também conseguiu reduzir em quatro horas o processo Batch do sistema de gestão de cartões de crédito com a inerente redução de custos.

A Indra tem mais de 20 anos de experiência no mercado de serviços financeiros em Portugal e atualmente é um parceiro de excelência das principais entidades financeiras do país.

A empresa oferece soluções próprias e especializadas que estão na vanguarda da transformação digital dos bancos e companhias de seguros assim como serviços personalizados que abrangem toda a cadeia de valor do sector. É um parceiro estratégico das principais entidades financeiras e seguradoras, e conta com mais de 2.000 projetos anuais em 400 clientes na Europa, América Latina e Ásia Pacífico.

Sobre a Orizon

A Orizon é o fornecedor estratégico de rendimento e otimização de empresas com grandes sistemas IT dos sectores da Banca e Seguros. O modelo de serviço baseia-se em fornecer aos seus clientes poupanças na produção através de “Iniciativas” que se baseiam na detecção, revisão e melhoria do código, bases de dados ou reengenharia dos processos. A solução Orizon baseia-se em 3 pilares: A ferramenta BOA de tecnologia própria Orizon que implementa uma AIOps Platform com algoritmos inteligentes para a deteção de processos candidatos ao tuning a partir de múltiplas fontes de entrada; em segundo lugar, Analistas especializados com conhecimentos e skills em diversas tecnologias; em terceiro lugar uma metodologia própria Performance DevOps (DevPerOps), em 5 fases implementada em BOA que ordena, mede e dá visibilidade de todas as ações. Serviço gerido com uma taxa de 40% de redução média garantida em sistemas Mainframe, I-series, Exadata, Cloud ou Distribuídos com tecnologias: Cobol, PL1, DB2, Jcl, IMS, CICS, Java, Oracle em ambientes Online e Offline Batch.

Sobre a Indra

A Indra é uma das principais empresas globais de consultoria e tecnologia e o parceiro tecnológico nas operações chave dos negócios dos seus clientes em todo o mundo. É líder mundial no fornecimento de soluções próprias em segmentos específicos nos mercados de Transporte e Defesa e a empresa líder em Tecnologias de Informação em Espanha e na América Latina. Dispõe de uma oferta completa de soluções próprias e serviços avançados e de alto valor acrescentado em tecnologia, que combina com uma cultura única de fiabilidade, flexibilidade e adaptação às necessidades dos seus clientes. A Indra é líder mundial no desenvolvimento de soluções tecnológicas integrais em áreas como Defesa e Segurança; Transporte e Tráfego; Energia e Indústria; Telecomunicações e Media; Serviços Financeiros; Processos Eleitorais; e Administração Pública e Saúde. A Minsait é a unidade de negócio de transformação digital da Indra. No exercício de 2017 registou 3.011 milhões de euros em vendas, 40.000 colaboradores, presença local em 46 países e projetos em mais de 140 países.

Em Portugal

Em Portugal desde 1997, a empresa conta com uma sólida equipa de profissionais com elevada especialização para o desenvolvimento e implementação das suas soluções e serviços e é um aliado estratégico em projetos chave para o desenvolvimento económico e tecnológico de instituições e empresas.

Share